Cooperativismo Catarinense

Ailos

Sistema Ailos alcança a marca de 1 milhão de cooperados

Em 2020, as cooperativas que fazem parte do Sistema Ailos liberaram mais de 2,5 bilhões de reais em créditos para empresas no sul do Brasil

O ano de 2020 foi totalmente inesperado e pessoas do mundo inteiro precisaram encarar uma nova realidade e se adaptar às mudanças. Diversas empresas buscaram novos meios de atuação para continuar trabalhando em meio à pandemia e muitas prioridades foram ressignificadas. No meio desse ano desafiador, o Sistema Ailos manteve um crescimento constante. Através do Programa Emergência de Suporte a Empregos (Pese), uma linha de crédito do Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES), específica para folha de pagamento, as cooperativas que fazem parte do Sistema Ailos concederam, ao todo, R$ 31,5 milhões. A quantia auxiliou 508 empresas a manterem os empregos de 10.328 pessoas.

Com o Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe), o Ailos liberou R$ 172,5 milhões. E ainda com o Programa Emergencial de Acesso ao Crédito (Peac), que tem como objetivo também apoiar pequenas e médias empresas, assim como associações, fundações de direito privado e cooperativas (exceto o ramo de crédito), foram liberados mais de R$ 121,8 milhões, beneficiando mais de 1,9 mil empresas.

Com os financiamentos realizados diretamente pelos cooperados lojistas aos seus clientes, para aquisição de bens de consumo e serviços, as cooperativas Ailos liberaram R$ 212 milhões de reais. Este produto contribuiu com o giro de negócio dos comerciantes, inclusive neste momento de instabilidade, no período em que houveram os decretos municipais.

“Conseguimos fechar o ano de 2020 com R$ 7,1 bilhões em operações de crédito, registrando um crescimento de 53,8% em comparação ao ano anterior. Já em relação aos ativos, que são os recursos administrados pelas 13 cooperativas filiadas, tivemos um crescimento de 33%, fechando o ano com R$ 11,6 bilhões”

, afirma o diretor executivo da Central Ailos, Ivo José Bracht.

O cuidado com as equipes de colaboradores também foi importante, reforçando a preocupação que o cooperativismo tem com as pessoas. Ações que garantiram que cinco cooperativas do Sistema Ailos, inclusive a Central, estivessem no ranking estadual das melhores empresas para se trabalhar, de acordo com o Great Place To Work.

“O cooperativismo mostrou sua força também com o aumento significativo no número de cooperados. Finalizamos 2020 com 994.369 cooperados, sendo que já nos primeiros dias de janeiro, alcançamos a marca de 1 milhão”

, comenta Moacir Krambeck, presidente da Central Ailos.

Referente aos depósitos totais, que compreendem os valores que os cooperados mantêm em conta, somados aos valores em aplicações, o Sistema Ailos fechou o ano com R$ 8,3 bilhões, um crescimento de 39% em relação a 2019.

“Agora em 2021 estamos muito otimistas e esperamos continuar crescendo, tendo em vista os investimentos em tecnologia para ampliar os nossos canais e soluções de acordo com a necessidade dos nossos cooperados, sem perder a nossa essência e os princípios do cooperativismo que nos norteiam”

, finaliza Bracht.

Sobre o Ailos
Constituído em 2002, Ailos é um Sistema de Cooperativas de Crédito e conta com mais de 1 milhão de cooperados, 1 Cooperativa Central, 13 cooperativas singulares, mais de 200 postos de atendimento e R$ 11 bilhões em ativos. Com atuação nos três estados do Sul do país, possui cerca de 4 mil colaboradores contribuindo e promovendo o crescimento sustentável e desenvolvimento social das comunidades onde atua. As cooperativas singulares que compõem o Ailos são: Acentra, Acredicoop, Civia, Credcrea, Credelesc, Credicomin, Credifoz, Crevisc, Evolua, Transpocred, Únilos, Viacredi e Viacredi Alto Vale.

Fonte: Oficina das Palavras

Leia as belas ações do Cooperativismo Catarinense!

Assine nossa newsletter!