Cooperativismo Catarinense

FECOAGRO

Presidente da Cooperalfa, Romeo Bet, fala do aniversário da Fecoagro e dos novos investimentos na Fábrica de Fertilizantes

O presidente da Cooperalfa e secretário do Conselho de Administração da Fecoagro, Romeu Bet, falou sobre a Fecoagro em uma entrevista concedida a Julmir Cecon, assessor de imprensa da Cooperalfa.

Bet destacou o aniversário de 45 anos da Federação, lembrando do fundador Aury Bodanese que na época presidia a Cooperalfa, abordou a importância Fecoagro no relacionamento institucional com o Governo do Estado e outros órgãos, e também dos novos investimentos que foram autorizados pelas cooperativas associadas para a Fecoagro fazer na Indústria de Fertilizantes.

Leia trechos da entrevista de Romeo Bet:

“Eu acredito que a Fecoagro ela desempenha um papel fundamental principalmente quando se trata da questão da intermediação política, Fecoagro – Governo do Estado – Secretaria da Agricultura. Tem vários programas que passa pela Fecoagro, e se não tivesse a Fecoagro talvez esses programas de Troca- troca, esses programas do próprio Governo do Estado teria uma certa dificuldade de ter êxito como estão tendo. Acho que a Fecoagro ela tem um papel importante, não só na parte política, mas também na parte econômica quando se trata de principalmente da questão de fertilizantes e assim por diante. Ela dá uma assistência bastante forte, ela é muito representativa junto ao Governo do Estado e isso, por exemplo, facilita o intercâmbio entre cooperativa – Governo do Estado – Secretaria da Agricultura e esse papel ela tem desempenhado muito bem. Então há 45 anos atrás quando ela foi criada, a Fecoagro, foi o seu Aury, na época ele teve a visão e a necessidade de criar uma federação para poder exportar na época soja e tal, ela não teve lá muito êxito na época porque também não tinha muita experiência e os anos eram diferentes de hoje. Mas de qualquer forma ela passou por várias fases, altos e baixos, como qualquer outra empresa, e ela está viva até hoje, então agora, por exemplo, ela trabalha bastante na parte de fertilizantes, isso também nos dá uma certa segurança de termos preços compatíveis, embora dentro do tamanho dela não seja lá tão representativa em termos de volume, mas em termos econômicos, em termos políticos, em termos de representação, ela representa muito bem as cooperativas. Eu acho que uma fábrica, por exemplo, como é o caso da Fecoagro, ela precisa estar atualizada não somente na modernidade em termos de tecnologia, em termos de inovação tecnológica, mas ela tem que estar acompanhando também a própria estrutura física, os equipamentos da própria Fecoagro, por exemplo, eles têm que estar permanentemente em manutenção. Hoje nós temos,  por exemplo, a fábrica bastante sucateada, por isso nessa última reunião que nos tivemos autorizamos a fazer as melhorias necessárias para que de fato ela dentro dos equipamentos modernos que tem hoje ela também se modernize e possa, por exemplo, produzir fertilizantes que as cooperativas precisam dentro dos padrões exigíveis e com preços competitivos também, então se ela não se modernizar com equipamentos ela também perde a competitividade”.

Fonte: Fecoagro

Leia as belas ações do Cooperativismo Catarinense!

Assine nossa newsletter!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.