Cooperativismo Catarinense

José Samuel Thiesen

Cooperativismo em SC: organizado, forte e persistente!

 A pandemia do coronavírus nos trouxe muitos ensinamentos. Foi preciso nos posicionarmos de uma forma diferente do que já estávamos acostumados. As mudanças foram necessárias em todos os setores, assim como no cooperativismo, que respondeu de forma rápida e eficiente. O que contribuiu para que não fôssemos tão afetados foi o fato de estarmos organizados, termos força e sermos persistentes. Esses três fatores nos colocaram à frente nesta crise causada pelo coronavírus. Nós, do cooperativismo catarinense, estamos preparados para enfrentar desafios em razão de nossa estrutura ser baseada na união de forças, na cooperação. É mais fácil enfrentar dificuldades quando podemos contar uns com os outros para buscar soluções.

Estratégias bem específicas

O pensar coletivo nos levou a desenvolver diversas ações para fazer frente a este momento, todas elas direcionadas e com estratégias bem específicas. Uma das principais foi a redução de todas as despesas possíveis, além, é claro, da busca pelo incremento de receitas. Era preciso enxugar os gastos e ampliar os ganhos para que não sentíssemos de maneira tão severa o impacto financeiro causado pela pandemia em diversos setores. A organização nos permitiu um maior alinhamento para implementar as estratégias traçadas e mais rapidamente superar as dificuldades.

E não existe uma receita pronta para sair da crise, cada segmento teve que buscar uma fórmula para retomar o crescimento. Na Ceraçá, a base foi o planejamento intenso com foco nas ações, muito trabalho e, principalmente, redução de custos. E esses ingredientes nos fazem acreditar que, apesar da crise financeira causada pela pandemia, o nosso resultado final de 2020 ainda pode surpreender. A previsão é alcançarmos e/ou repetirmos os números do ano de 2019, com valores muito semelhantes em faturamento e resultados.

2021

Para 2021, a expectativa é ainda maior, pois, se conseguirmos superar as dificuldades deste ano, o próximo promete muito crescimento. E, novamente, acreditamos que, não só na Ceraçá, como em todas as demais cooperativas catarinenses a receita para a superação está nas ações, no trabalho e, especialmente, nas atitudes de cada um de nós em relação ao outro, ou seja, na cooperação.

José Samuel Thiesen
Presidente da Ceraçá

Leia as belas ações do Cooperativismo Catarinense!

Assine nossa newsletter!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.