Cooperativismo Catarinense

LIVE

Técnicos da Cooperitaipu participam de LIVE sobre controle da mastite

Neste mês de março, através de parceria com a empresa OnFarm, realizada LIVE pelo Youtube sobre mastite com o Professor Doutor Marcos Veiga. Objetivo foi se aprofundar no conhecimento de como acontece o ciclo de controle da mastite e a importância dos cuidados como forma de promover a melhor qualidade na produção do leite. A doença, bastante comum em vacas, é responsável por até 25% dos prejuízos no setor leiteiro.

A mastite bovina, também conhecida por mamite, é uma das principais doenças que afligem os rebanhos leiteiros, impactando o rendimento econômico devido à queda na produção e qualidade do leite, podendo causar perda de quarto mamário e aumento nos custos. A mastite também tem importância para a saúde pública porque as bactérias que a causam podem impactar a saúde daqueles que consumirem produtos lácteos contaminados.

“As mastites são realidade em toda e qualquer fazenda produtora de leite. Por isso a necessidade de minimizar os efeitos sobre a saúde e produtividade dos animais e manter a qualidade do leite”

, destacou Veiga. Aula segue disponível no canal da OnFarm no Youtube para quem tiver interesse.

O pesquisador apresentou três passos simples para reduzir a mastite: ter informação do quadro de mastite no rebanho; quantificar as vacas doentes e; os tipos da contaminação e de bactérias causadoras da doença.

Outro cuidado é com a higiene na ordenha. Ele ressalta a importância em realizar o teste da caneca para saber se o leite está visualmente alterado ou testes laboratoriais como o que identifica a quantidade de células somáticas no leite. Por último, ele indica a procura por ajuda especializada para saber qual é o tratamento mais indicado para a mastite.

“O produtor tem que ter o apoio de uma assistência técnica, porque muitas vezes ele não tem muitas das informações e não tem acesso aos métodos e ferramentas de diagnóstico que ajudam a tomar as melhores decisões ”

, destacou Marcos Veiga.

Nessa última questão, o presidente da Cooperitaipu Arno Pandolfo afirma que a cooperativa tem um dos melhores e mais bem treinados setores técnicos para atendimento ao associado.

“Investimos constantemente no aperfeiçoamento das equipes e, mesmo com a pandemia, buscamos outras alternativas, principalmente via internet, para manter o nível de excelência dos colaboradores”

, disse Pandolfo.

Fonte: Comunicação da Cooperitaipu

Leia as belas ações do Cooperativismo Catarinense!

Assine nossa newsletter!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.