Cooperativismo Catarinense

SICOOB E FECOAGRO

SICOOB e FECOAGRO participam de reunião com governador e mostram a importância do Cooperativismo Catarinense

Governo e entidades cooperativas trocaram informações importantes para fortalecer as relações

O presidente do Sicoob Central SC/RS, Rui Schneider da Silva, e o presidente da Federação das Cooperativas Agropecuárias de Santa Catarina (Fecoagro), Claudio Post, participaram, no dia 19 de agosto, de uma reunião com o governador Carlos Moisés, no Centro Administrativo do governo.

Os secretários de Estado da Fazenda, Paulo Eli, da Administração, Jorge Eduardo Tasca, e da Agricultura, Ricardo de Gouvêa, também participaram do encontro, assim como o diretor executivo da Fecoagro, Ivan Ramos, e a diretora de Operações do Sicoob, Maria Luisa Lasarim.

Rui Schneider da Silva fez um resumo do que o Sicoob representa hoje para os brasileiros e, principalmente, para os catarinenses. O Sistema possui mais de 1 milhão de cooperados e está presente em 90% dos municípios de Santa Catarina. É a segunda instituição financeira com maior número de agências no Estado e a segunda, também, que mais financia o produtor rural.

“Tivemos a oportunidade de mostrar o que o Sicoob representa para a economia, para o desenvolvimento, a geração de empregos, o financiamento da produção e a qualidade de vida em Santa Catarina”, disse Rui Schneider da Silva, acrescentando que “também foi muito importante conhecer um pouco mais da realidade catarinense, por meio da apresentação do governo estadual, de forma que pudemos avaliar o conjunto das ações que contribuem para uma economia sólida e sustentável”.

O presidente da Federação das Cooperativas Agropecuárias de Santa Catarina (Fecoagro), Claudio Post, disse:  

“Santa Catarina já é um Estado bem administrado, continua melhorando a sua gestão e isso é muito importante para a sociedade”. Acrescentou que “a gestão precisa ser cada vez mais técnica e profissional, pois os recursos são escassos e precisam ser bem aproveitados”. Por isso, prosseguiu, “precisamos promover a produtividade para a melhoria da qualidade de vida, e o governo tem boas ações para mostrar, assim como o setor produtivo, que Santa Catarina é um estado de excelência”

, afirmou.

O governador Carlos Moisés apresentou um balanço da administração até o momento, destacando a economia proporcionada pelo esforço de gestão.

“Apresentamos os números do nosso primeiro ano de governo, saindo de um déficit de R$ 1,2 bilhão em 2018 para um superávit de R$ 161 milhões no ano passado. Cada ação do governo trouxe uma economia milionária. Esse conjunto permitiu que fizéssemos investimentos em infraestrutura com recursos próprios”

, destacou o Moisés.

O governador acrescentou:

“Essa troca de informações também fez a gente entender ainda mais o valor do cooperativismo catarinense, ao mesmo tempo em que pudemos mostrar o valor de uma gestão pública de qualidade”

, concluiu o governador.

Fonte: Sicoob Central SC/RS – Assessoria de Imprensa (com informações da Secom/SC)
Foto: Julio Cavalheiro/Secom

Leia as belas ações do Cooperativismo Catarinense!

Assine nossa newsletter!