Cooperativismo Catarinense

Vanir Zanatta

UMA HISTÓRIA DE SUCESSO

A Cooperja chegou aos 50 anos, em 30 de agosto de 2019, como uma instituição sólida e respeitada. Principal cooperativa de arroz do País, com quase 2.000 associados, fatura mais de R$ 500 milhões por ano.

As conquistas ao longo do caminho estão registradas em nosso livro, que conta a história de uma gente lutadora e guerreira, que nunca deixou de acreditar na cooperação.

Muitos desafios precisaram ser enfrentados desde os primeiros anos da Cooperativa, que só sobreviveu e cresceu graças à persistência, à coragem e à força de vontade de seus idealizadores e daqueles que vieram depois deles.

Olhar para trás e perceber que superamos cada dificuldade é motivo de orgulho para todos que participamos dessa evolução.
Com certeza, os fundadores que já partiram teriam muito orgulho em presenciar tudo aquilo que a Cooperja se tornou.

Esta obra é uma forma de imortalizar nomes, atos e ações realizadas por todos que, direta ou indiretamente, colaboraram com a nossa trajetória. Infelizmente, não conseguiremos citar cada nome que mereceria estar aqui, e por isso antecipadamente pedimos desculpas.

Contar a trajetória da Cooperja é uma forma de reverenciar a memória de todas essas pessoas. Como símbolo do nosso sentimento de gratidão, temos a figura do agrônomo Joaquim Pedro Coelho (1941‒1970), idealizador e incentivador do projeto de congregar os produtores de nossa região em torno de uma cooperativa. A ideia surgiu do desejo legítimo de valorizar o trabalho de cada um e da constatação de que só havia uma forma de conseguir isso: a união.

Foram dois anos de muita conversa e troca de informações, até que o grupo fundador da Cooperativa se reuniu para colocar no papel o que se pretendia com aquela organização.

É com imensa alegria que vemos, hoje, no nosso quadro de associados, vários nomes que representam a terceira geração das famílias dos fundadores.

O que nos mantém juntos é a fidelidade aos mesmos ideais de colaboração e ajuda mútua que motivaram a criação da Cooperativa.

Os novos investimentos, os profissionais preparados e a política de dar voz aos associados foram diferenciais para conquistar espaço, confiança e ampliar as atividades.

Com o tempo, a Cooperja expandiu a sua atuação, do pioneiro arroz para outras culturas: milho (transformado em diversos tipos de ração), maracujá, banana, pitaya, soja.

Também nasceu a Credija, cooperativa de crédito que ganhou corpo e vida própria para chegar a mais de 40 mil associados e se tornar uma das maiores instituições do gênero no País. Nasceram, também, os supermercados, as lojas agropecuárias, a produção de sementes, a fábrica de rações e o setor de combustíveis.

Formamos uma rede de negócios em volta do produtor associado, sempre a partir do crescimento orgânico, passo a passo. Com isso, pudemos levar às propriedades da nossa gente os benefícios e as comodidades que só existiam nas cidades.

Ampliamos o nosso raio de ação, chegamos a vários municípios de Santa Catarina, do Rio Grande do Sul e até do distante Pernambuco, onde instalamos uma unidade na cidade de Arcoverde.

Ao gerar empregos, fazer circular mercadorias e contribuir com o pagamento de impostos, a Cooperativa cumpre um papel social relevante: impulsiona o dinamismo da economia nas regiões em que atua e aumenta a qualidade de vida da população.

Muito do crescimento obtido pela Cooperja nessas cinco décadas se deve aos investimentos constantes em conhecimento e tecnologia. Basta dizer que, à época da fundação, um hectare produzia, em média, 40 sacas de arroz. Hoje, produz mais de 200 sacas.

Desde 2017, a Cooperja recebe anualmente mais de 4 milhões de sacas de arroz dos seus associados. Para lidar com essa produção gigantesca, a Cooperativa investiu em secadores, silos armazenadores e modernas indústrias.

É enorme a minha satisfação por ter estado à frente da Cooperja ao longo dos últimos 30 anos, sempre reeleito, inicialmente a cada três anos, depois a cada quatro anos.

Os méritos das conquistas devem ser compartilhados com associados, conselheiros e nossa equipe de 700 profissionais, dedicada à missão diária de fazer a Cooperja ainda mais forte.

Um dos segredos do sucesso é, certamente, viver a essência do cooperativismo. A Cooperja sempre soube se adaptar às mudanças e se reinventar a cada nova década. Nossa história segue sendo escrita, com novos capítulos.

Pretendemos alcançar outras regiões e trazer mais e mais famílias para dentro do cooperativismo, que entendemos ser o melhor sistema de distribuição de renda.

Posso afirmar, com toda a convicção, que a Cooperja está pronta para os próximos 50 anos, quando chegaremos ao centenário, em 2069.
Certamente, teremos muitas outras histórias de conquistas e superações para contar. É uma grande felicidade e uma imensa honra participar dessa história.
Muito obrigado!

Vanir Zanatta
Presidente do Conselho de Administração da Cooperja

Leia as belas ações do Cooperativismo Catarinense!

Assine nossa newsletter!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.